sexta-feira, 27 de junho de 2008


Quando você olhar...

despretenciosamente ...pra qualquer lugar

mesmo no escuro ...

estarei ali pronta pra te proteger

tão perto ...

como sempre estive

Quando estiver angustiado...

e precisar falar ou chorar...

ligue pra mim, chegarei o mais rapidamente possivel...

pra te acalentar, procurando tentar limpar as confusões que se instalaram em sua mente, ultrapasso tudo ... pra ver você feliz, mas imploro ...

jamais peça pra voltar isso realmente ...

não poderia atender,

suas mentiras ainda pesam em meu coração,

as suas maldades ... e todas as covardias...

formaram raizes,

confesso ... que inexisteria se arrancasse você daqui

não tomaria ... nenhum gesto que resultasse fazer você sofrer...

ou vir a te perder não aguentaria possivelmente ...

anulariade minha memória todos os nossos momentos e sua ausência em meu interior

apagaria lentamente essa minha chama acho que não resistiria as recordações ...

ainda vivem nas letras de algumas canções

nos gestos e balanços... de gente tão diferente

então ... mesmo tristemente... ainda consigo sorrir,

enquanto limpo algumas lágrimas,

enorme vontade que você pudesse ter sido um homem de verdade...

Um comentário:

berto xxx disse...

Having fun reading of your blog.


berto xxx